TRIBUNAL DO JÚRI DE PERUÍBE CONDENA ACUSADO PELA MORTE DO SARGENTO NASCIMENTO

Na data de ontem, em julgamento realizado na Câmara Municipal de Peruíbe, MARCO ANTÔNIO FERREIRA DE ALMEIDA foi condenado pela morte do 1º Sargento da Polícia Militar José Augusto da Silva Lopes do Nascimento, ocorrida em 16 de setembro de 2013.

Segundo o apurado, Marco Antônio pilotava uma potente motocicleta em alta velocidade nas imediações da escola Portal da Jureia em horário de saída de alunos, fazendo manobras arriscadas, razão pela qual recebeu ordem de parada de uma viatura policial, porém não obedeceu e fugiu, sendo perseguido por duas motos da ROCAM.

Mesmo após inúmeros alertas sonoros e luminosos, Marco Antônio continuou fugindo a uma velocidade aproximada de 130 km/h, tendo “varado” dois faróis vermelhos durante a fuga, que ocorreu por aproximadamente 07 km.

A viatura na qual estava o Sargento Nascimento foi prestar apoio aos demais policiais. O Sargento se posicionou do outro lado da via na qual trafegava a motocicleta, porém Marco Antônio invadiu a contramão de direção e atropelou o Sargento Nascimento, que faleceu no local. O “garupa” da moto, um adolescente, também se feriu no acidente.

Marco ficou preso quase 02 anos e acabou solto pelo Superior Tribunal de Justiça por excesso de prazo. Após 05 meses de ser solto, Marco Antônio foi abordado novamente pela Polícia Militar, desta vez na posse de uma moto roubada. Mais uma vez Marco fugiu da Polícia Militar em alta velocidade, só parando quando chocou sua motocicleta com um veículo que estava estacionado.

Submetido à Júri Popular na data de ontem, os jurados acolheram os argumentos do MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERUÍBE e condenaram o Marco Antônio por homicídio doloso duplamente qualificado cometido contra o Sargento Nascimento e lesão corporal dolosa cometida contra o adolescente.

Diante do veredicto a que chegou o Conselho de Sentença, a Magistrada que presidiu a sessão aplicou uma pena de 15 anos e 09 meses de reclusão a ser cumprida em regime inicial fechado pelo crime de homicídio; e 03 meses e 27 dias de detenção em regime inicial semiaberto pelo crime de lesão corporal.

Após o veredicto, o MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERUÍBE requereu a prisão de Marco Antônio em plenário, pedido esse que foi atendido pela Magistrada.

Dessa forma, o MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERUÍBE espera ter contribuído para aplacar, o mínimo que seja, a dor da família do Sargento Nascimento.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s