PRISÃO DO PROPRIETÁRIO DO “DESPACHANTE EXPRESS”

Em fevereiro deste ano, o MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERUÍBE ofereceu denúncia contra Matheus de Oliveira Martins, proprietário da empresa “Despachante Express”, por crime de estelionato.

Naquela ocasião, o MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERUÍBE requereu, dentre outras medidas cautelares diversas da prisão (o que, na prática, serve como uma contraprestação para que o acusado responda ao processo em liberdade), a suspensão da atividade econômica desenvolvida pela empresa “Despachante Express”, tendo esse pedido sido deferido pela Juíza de Direito da 2ª Vara Judicial.

Contudo, mesmo após ter tomado ciência da ordem judicial, Matheus continuou a exercer suas atividades de forma clandestina, o que fez com que o MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERUÍBE pleiteasse a sua prisão, pedido prontamente atendido pela Magistrada.

Nessa manhã, o mandado de prisão foi cumprido pela Polícia Civil  de Peruíbe, cujos investigadores são capitaneados pelo policial Márcio Martinetti Braga.

estelionato

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s